Após Presidente da CUT convocar Guerra Civil, Policia vai reforçar e garantir o direito de manifestação.

O Presidente da (CUT) utilizou a tribuna dentro do Palácio do Planalto para convocar todos os simpatizantes do PT para uma guerra civil. Além de sofrer consequências penais, a Policia do Estado de São Paulo garantiu que a manifestação será protegida por terra e no ar.

Para o protesto deste domingo (16) contra a presidenteDilma Rousseff na avenida Paulista, o governo do Estado escalou efetivo de 1.200 PMs e planeja usar 270 carros, quatro blindados, dois helicópteros, 40 cavalos e dez cães. A equipe do secretário da Segurança Pública, Alexandre de Moraes, vai integrar na operação os comandos da capital, de choque e de trânsito e o grupamento aéreo. Além disso, 150 policiais civis estarão à paisana.

DEMOCRACIA
E o Vem pra Rua, um dos movimentos que convocam os atos, divulgou regras para a cobertura da imprensa em seu caminhão na avenida. Prevendo grande número de jornalistas, o grupo só vai permitir a entrada de profissionais credenciados, que poderão ficar por no máximo dez minutos.

0