Presidente Dilma tem mais uma derrota no congresso com derrubada da Lei da Bengalinha

BRASÍLIA (Reuters) - O Congresso Nacional derrubou nesta terça-feira o veto da presidente Dilma Rousseff ao projeto que estendia a todos os servidores públicos a ampliação de 70 para 75 anos da idade do limite para a aposentadoria compulsória.
Com isso, os servidores públicos, a exemplo dos ministros dos tribunais superiores, poderão trabalhar até os 75 anos.
A manutenção deste veto não era uma prioridade do Executivo, que liberou o voto da bancada. Segundo fontes do Palácio do Planalto, o governo prefere desobstruir a pauta para votar ainda nesta terça-feira a mudança da meta fiscal deste ano.

O veto derrubado refere-se à chamada lei da Bengalinha e deriva de Proposta de Emenda à Constituição (PEC), que elevou de 70 para 75 anos a idade para aposentadoria compulsória dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), demais tribunais superiores e ministros do Tribunal de Contas da União (TCU).
Fonte: Reuters Brasil
0